PS e PCP sentam-se à mesa